Sequência Favorita 01

Já faz um tempo que venho amadurecendo a ideia de inaugurar esta seção,  destacando aquelas cenas de filmes que mexem com os nossos sentimentos, seja a vibração por uma cena empolgante, o sonho numa cena romântica ou até mesmo as lágrimas por algum momento mais tocante. No final do mês passado criei até mesmo um rascunho para ficar como lembrete e, assim que sobrar um tempo, redigir o texto. Infelizmente, com a notícia da morte de Margot Kidder na tarde de ontem, a seção Sequência Favorita é inaugurada como uma forma de homenagem póstuma. Apesar da triste motivação, o registro é importante, pois esta cena é uma das mais bonitas sequências da história do cinema. 

Making of da sequência de voo

Chamada de “The Flying Sequence” (a sequência de voo), a cena tem cinco minutos e é, para mim, a primeira que me vem à mente quando penso no assunto. Isso acontece por vários motivos: tanto pela fantasia – quem não gostaria de um voo noturno com o Superman? – como pela excelente direção da cena, a leveza do voo e, principalmente, pelo romantismo. A sequência é embalada pelo instrumental da música Can You Read My Mind?, cuja letra foi narrada por Margot Kidder, dando um toque de poesia à cena. Conta-se que Margot deveria cantar a música – que acabou sendo interpretada pela cantora Maureen McGovern – mas os “dotes musicais” da atriz (ou a falta deles, no caso) não ajudaram.

Cena é tão icônica que serviu de inspiração para outras produções e mídias.

Não importa, porque a música declamada ficou perfeita, garantindo uma cena inesquecível. Tão marcante que se repetiu em Superman IV – Em busca da Paz (1987, sem a mesma poesia e encanto), Superman – O Retorno (2006) e até mesmo na HQ que serve de prelúdio ao mesmo filme. Sabendo que a atriz partiu ontem, aos 69 anos, (re) ver esta cena é a justa homenagem do nosso blox a ela que marcou época neste filme tão icônico e, até o momento, a melhor adaptação do Superman para as telonas. Descanse em paz, Margot Kidder. Obrigado por nos fazer sonhar.

Letra da música Can You Read My Mind

Anúncios

Crítica (em vídeo): Vingadores – Guerra Infinita

ATENÇÃO: CRÍTICA SEM SPOILERS.

Estreou na última quinta-feira o filme Vingadores: Guerra Infinita (Avengers – Infinity War, 2018), longa-metragem que, desnecessário dizer, está entre os mais aguardados filmes deste e dos últimos anos. A expectativa não é em vão: trata-se do resultado de todo trabalho desenvolvido pela Marvel Studios ao longo de 10 anos, com a estreia de Homem de Ferro (exatamente hoje, 30 de abril, em 2008).

“Eis o filme mais explosivo da década!”

Na verdade, Homem de Ferro foi o início de um plano de ação que culminou no primeiro Vingadores, em 2012. Ali, foi deixada a semente, com a aparição de Thanos na cena pós-crédito, que agora chega ao seu ápice, com a batalha de todos os heróis. Não é pouca coisa. Obviamente, seria pretensão dizer que a Marvel já pensava em Guerra Infinita quando lançou Homem de Ferro… mas não há como negar que tudo foi muito bem amarrado desde aquele momento, filme após filme. E temos uma grande produção, que analisamos no vídeo a seguir.

Rapidinhas do Mutante 05/2018

Depois de um período afastados, estamos de volta com notícias quentinhas sobre o mundo nerd e muitas novidades, que vão desde DVDs, passando por filmes no cinema e quadrinhos. Uma visão pelo universo da cultura pop, em doses  rápidas e objetivas. Vamos lá!!

Box em blu-ray

Para comemorar os dez anos das produções da Marvel Studios, a Disney preparou dois boxes especiais em blu-ray recapitulando (quase) toda a trajetória dos heróis no cinema. O box Universo Cinematográfico Fase 1 traz sete discos com os seis primeiros filmes – Homem de Ferro, O Incrível Hulk, Homem de Ferro 2, Thor, Capitão América: O Primeiro Vingador e Vingadores (duplo). Já o segundo box Universo Cinematográfico Fase 2 vem com seis discos e os filmes – Homem de Ferro 3, Thor: O Mundo Sombrio, Capitão América 2: O Soldado Invernal, Guardiões da Galáxia, Vingadores: Era de Ultron e Homem-Formiga. A previsão de lançamento é 30/05 e o preço médio é de R$ 139,90. Resta saber se a distribuidora fará também um box com a fase 3, quando esta estiver completa.

Irmãos Nee vão dirigir longa-metragem do He-Man.

Mestres do Universo, o aguardado filme do He-Man, começa a tomar forma. A Sony Pictures anunciou ontem a contratação do diretor (ou diretores, no caso) para o longa-metragem que, segundo consta, está agendado para dezembro de 2019: serão os irmãos Aaron e Adam Nee (Adam… faz sentido… :-P). Brincadeiras à parte, a dupla é conhecida por dirigir o aclamado Band of Robbers (2015), filme que coloca Tom Sawyer (interpretado por Adam Nee) e Huckleberry Finn como parceiros na busca de um tesouro de infância. David S. Goyer (Blade, Batman Begins, Batman V Superman), tinha sido cotado para ser o diretor, mas desistiu do projeto, preferindo dedicar-se apenas ao roteiro e à produção executiva.

Oitenta, mas com corpinho de 30.

Chegou às comic shops americanas esta semana a história Action Comics 1000, que celebra os 80 anos do Superman. A edição chega às bancas no mesmo dia em que foi lançada, em 1938. A revista presta um tributo ao Homem de Aço, com oito capas variantes e uma série de artistas que homenageiam o primeiro de todos os super-heróis: Brian Michael Bendis, José Luis García-López, Geoff Johns, Dan Jurgens, Paul Dini, Olivier Coipel, Jerry Ordway, Curt Swan, Marv Wolfman e outros. Além disso, a edição traz uma HQ inédita escrita na década de 1940.

Novo trailer de Vingadores: Guerra Infinita

Depois do sucesso arrebatador de Pantera Negra, a Marvel Studios começa a trabalhar a divulgação de Vingadores: Guerra Infinita, que estreia mês que vem (em 26 de abril, para ser mais exato). E as cenas são arrasadoras, colocando a expectativa lá no alto e prometendo uma batalha épica de todo elenco dos 18 filmes do estúdio. Confira o trailer novo, que acabou de ser divulgado, que traz Thanos de capacete (e não em roupa de praia), Fauce de Ébano praticando crueldades, Gamora criança e o Capitão América peitando Thanos sozinho. Tente não babar.

Crítica (em vídeo): Pantera Negra

O filme do Pantera Negra, o herói africano da Marvel Studios, estreou no último final de semana, elevando o nível dos longa-metragens de super-herói a um novo patamar. O filme agradou a maioria esmagadora da crítica e vem agradando também ao público, causando boas reações em quem tem contato ao fabuloso mundo de Wakanda e sua tecnologia extraordinária.

O filme é repleto de ação e tem um visual de tirar o fôlego.

Nós também vimos esta aguardada produção e fazemos nossas considerações no vídeo a seguir – sem spoilers, como de costume. De quebra, no final do vídeo, temos duas dicas de quadrinhos bem legais sobre este nobre herói.

Crítica (em vídeo): Maze Runner – A Cura Mortal

Fechando a trilogia iniciada em 2014 com Maze Runner – Correr ou Morrer e Maze Runner – Prova de Fogo (2015), chegou ao cinemas no dia 26 de janeiro o longa-metragem Maze Runner – A Cura Mortal (2017), baseado na série de livros de James Dashner. Acompanhe, no vídeo a seguir, nossa opinião sobre o filme e detalhes da trama.

Rapidinhas do Mutante 4/2018

Apresentamos mais uma sessão de Rapidinhas do Mutante, mas quem está indo rápido mesmo é o ano, já que esta já é a última semana de janeiro. O primeiro mês de 2018 já acabou e logo mais estaremos celebrando o Natal novamente. O tempo não para e as notícias do mundo pop também continuam no ritmo da Força de Aceleração.

Obrigado, Mort Walker!

– Começamos com uma notícia triste: morreu ontem, nos Estados Unidos, o cartunista Mort Walker, criador do Recruta Zero. O autor tinha 94 anos e morreu de pneumonia, em sua casa, em Connecticut. A tira do Recruta Zero é publicada desde 1950 em cerca de 1800 jornais em mais de 50 países e o personagem já foi licenciado para uma série de produtos e até teve um desenho animado.

De martelo a machado viking

– Para quem estava se perguntando como o Thor enfrentará Thanos no vindouro filme Vingadores: Guerra Infinita uma vez que seu martelo foi destruído por Hela em Thor: Ragnarok (2017), a Funko Pop dá a resposta: ele usará o machado Jarnbjorn (não tente pronunciar isso), a exemplo do que acontece nos quadrinhos, onde o Deus do Trovão deixou de ser digno para empunhar Mjolnir. No entanto, algumas fotos promocionais trazem o herói com seu tradicional martelo. Será que teremos uma volta de Mjolnir ou as fotos são apenas para evitar spoilers? Só saberemos em abril, quando Guerra Infinita estrear.

Origem kree

Brie Larson aparece com o uniforme da Capitã Marvel e causa frisson na Internet. Tudo porque o traje da atriz é feito em tons de verde, diferente do que vemos nos quadrinhos, onde as cores são azul e vermelho. O traje verde (com detalhes em preto e prata) reproduz o traje de combate dos oficiais da raça Kree, da qual o primeiro Capitão Marvel é originário. Mar-Vell usava este traje em sua estreia nos quadrinhos (Marvel Super-Heroes 12, 1967), mas Carol Danvers nunca usou um uniforme desta cor. Em sua estreia como super-heroína, na revista Ms. Marvel 1 (1977), ela já usava uma roupa azul e vermelha. O cinema, porém, não perdeu a referência das origens da personagem, cujos poderes provém dos krees – e a atriz até alterou seu endereço no twitter, que passou a ser @kreelarson.

Família sintozoide.

– Depois de muita espera, finalmente chega ao Brasil a aclamada HQ-solo do Visão, escrita por Tom King. Em sua página do Facebook, a Panini anunciou o lançamento, mas sem dar detalhes de quando o encadernado chegará às bancas e livrarias. O título fez grande sucesso nos Estados Unidos, pois mostra o sintozoide vivendo uma vida em família. Infelizmente, a série teve vida curta, durando apenas 12 edições. No Brasil, o encadernado chega em capa dura, provavelmente em dois volumes (com seis números em cada um).