Leituras da semana – Abril (5)

Encerrando o mês de abril, as leituras desta semana, que inclui o aguardado Renascimento da DC, nova fase da editora do Superman e cia., que tenta resgatar leitores antigos trazendo conceitos que ficaram perdidos desde a estreia de Os Novos 52 em 2011. À exceção de Detective Comics, Liga da Justiça e Lanternas Verdes (que ainda não foram lançadas), fizemos uma análise de todas as edições, para você saber exatamente o que vai encontrar nesse recomeço da editora. Então, vamos lá!

Ei, pare de atirar no meu logotipo!!

Viúva Negra (mar/2017) – Nova fase da espiã russa capitaneada pelo experiente Mark Waid, que foi responsável por um excelente e elogiado período com o Demolidor. Na história, Natasha se vê envolvida com um criminoso que ameaça revelar um grande segredo de seu passado a não ser que ela roube informações da Shield. De uma hora pra outra, a Viúva se vê perseguida pela organização e vista como criminosa – algo corriqueiro na sua atribulada vida. Waid consegue criar uma trama ágil e envolvente usando pouquíssimos diálogos. Na expectativa para o volume 2.

Recomeçando o recomeço. De novo.

Universo DC: Renascimento (mar/2017) – O ponto de partida para mais uma reformulação no Universo DC, resgatando conceitos que foram deixados para trás quando a fase Novos 52 teve início. A história é dividida em quatro capítulos e tem uma narrativa envolvente, mas deixa mais perguntas do que traz respostas. Espera-se que estas sejam respondidas nas séries mensais dos heróis. Como sempre, o pivô de tudo é o Flash – na verdade, o Kid Flash original, Wally West, que volta da Força de Aceleração para tentar restaurar a memória dos heróis sobre o que aconteceu antes do Ponto de Ignição. Destaque para o editorial de Diane Nelson, presidente da DC, dizendo que “os Novos 52 foram um sucesso”. Tanto é verdade que estão voltando os heróis ao que eram antes dessa fase.

Adivinhe quem está na capa?

Homem de Ferro 5 (abr/2017) – Mais duas histórias do Homem de Ferro, com grande destaque para a participação da jovem Riri Willians e a apreensão do povo, que acredita que Tony Stark está morto. A história é dinâmica e tem ótimos diálogos, uma coisa na qual o roteirista Brian Michael Bendis é excelente.

Leitura relâmpago (e o Flash nem está na história)

Cavaleiro das Trevas III – A Raça Superior 7 (abr/2017) – Depois de vários meses de espera, mais um volume desta saga que começou muito bem, mas já dá mostras de falta de assunto. A história é lida em apenas cinco minutos (ou menos) e não tem nenhum roteiro. Texto vazio de tudo, feito apenas para cumprir o protocolo de completar a quantidade de fascículos (o próximo é o último, previsto para maio nos EUA). A minirrevista é Estranhas Aventuras, protagonizada pelo Gavião Negro, Mulher-Gavião e Lanterna Verde.

O verdadeiro Superman está de volta (mas ainda sem cueca)

Superman – Renascimento 1 (abr/2017) – O Superman está morto. E o Superman assume seu lugar. Não entendeu? Nem eu. Mas vamos com calma que dá pra pegar pelo contexto e acompanhar a volta do herói clássico ao Universo DC – ainda que sem a cueca vermelha por cima da calça (mas referenciada numa imagem flashback). O Homem de Aço continua inspirando pessoas e sendo um símbolo de esperança para o planeta, mas agora tem um motivo a mais para ser tudo isso: seu filho Jonathan, a quem precisa ser modelo de integridade.

De volta aos holofotes

Mulher-Maravilha – Renascimento 1 (abr/2017) – Depois de quase 35 anos sem ter um título próprio (excetuando-se as edições especiais), a Princesa Amazona ganha um título só dela. Na trama, a heroína descobre que está vivendo uma mentira e parte em busca de respostas. Apesar de abandonar seu visual Novos 52 e adotar um traje igual ao usado nos cinemas, algumas mudanças da fase anterior permanecem, como Etta Candy negra e Steve Trevor mais jovem. No entanto, fica claro a mistura de versões, como a heroína se questionando se veio do barro (versão anos 80) ou se foi fruto de uma relação entre Hipólita e Zeus (N52). Vamos ver onde isso vai dar.

Gotham tem um novo herói. E não é o Batman.

Batman – Renascimento 1 (abr/2017) – Numa história bem mal explicada (ok, me perdoem, estou voltando pra DC agora, então acho que perdi muita coisa, que espero recuperar no caminho) Batman treina um novo pupilo e enfrenta o Homem-Calendário, que faz, sabe-se lá como, cada dia ser uma estação do ano diferente. E a história termina como começou: sem sentido. Ok, vamos em frente: a segunda HQ é bem dinâmica e mostra o Batman como o grande herói que ele é, salvando um avião de cair no meio de Gotham (sim, já vimos isso antes em todos os filmes do Superman e da Supergirl). O final surpreendente deixa um gosto de quero mais para a próxima edição.

Ação sem limites

Action Comics 1 (Abr/2017) – Ainda tentando entender o motivo de lançar por aqui uma revista com título em inglês (que não seja o nome do personagem, bem entendido), por mais icônico que ele seja, a revista é, como diz o nome, pura ação. Superman primeiro quebra o pau com Luthor, que roubou para si o nome de “superman”. Depois, surge do nada a ameaça do Apocalypse. Como se não bastasse, no meio do público, aparece o repórter Clark Kent. Reviravoltas e mais reviravoltas em duas histórias bombásticas.

Aquaman, mais vivo do que nunca.

Aquaman – A Morte de um Rei (abr/2017) – Terceiro encadernado do Rei dos Mares publicado pela Panini, mas na verdade é o quarto, pois parte das edições entre o volume 2 e este foram publicadas em Liga da Justiça – O Trono da Atlântida. Aliás, a primeira HQ deste volume é a conclusão da saga – mas mesmo quem não leu, vai entender a história normalmente. Como os anteriores, as histórias solo do Aquaman da fase Novos 52 são muito bem escritas e se aprofundam na personalidade do herói, de tal modo que, quem o considera um herói inútil, muda de ideia rapidinho. Nesta trama, o recém-empossado Rei da Atlântida descobre o peso desta responsabilidade, principalmente quando um antigo rei tido como morto há muitos anos, retorna para requisitar o seu posto de volta. E, para derrotá-lo, Aquaman precisa descobrir segredos de seus antepassados. Excelente volume, cheio de ação e boas reviravoltas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s