Saído do Forno: Astronauta: Singularidade

blog abrePara fechar o ano com chave de ouro, a MSP lança mais um volume da série Graphic MSP, selo que mostra uma releitura dos personagens de Mauricio de Sousa para um público mais adulto. Astronauta: Singularidade é a sexta edição da série e a segunda focada no personagem, que, aliás, iniciou o projeto com grande sucesso e arrebatando vários prêmios. Assim como Astronauta: Magnetar, lançada em 2012 (leia a crítica aqui), esta edição também é assinada por Danilo Beyruth, responsável pelo roteiro e desenhos e Cris Peter (cores).

Astronauta estuda um buraco negro no espaço na nova HQ

Astronauta estuda um buraco negro no espaço na nova HQ

Iniciando exatamente no ponto em que a anterior parou, a trama mostra o Astronauta sendo analisado por uma psicóloga da Brasa (Brasileiros Astronautas, a fictícia associação da qual o Astronauta faz parte) para descobrir se ele sofreu algum trauma na missão anterior que o impeça de assumir novos trabalhos. Com o diagnóstico incompleto, surge uma nova tarefa e os superiores da agência decidem que Astronauta levará uma tripulação formada pela médica que o atende e um major russo com treinamento científico e especialista em buracos negros – evento espacial também chamado de singularidade, de onde vem o título do álbum.

A HQ bem poderia virar um filme, nos moldes de Interestelar.

A HQ bem poderia virar um filme, nos moldes de Interestelar.

O trio deve analisar um buraco negro que surgiu numa região próxima da Terra para descobrir até que ponto este fenômeno subverte as Leis da Física e se é possível a transmissão de dados e energia na região de sua órbita. Este é o mote para uma aventura espacial cheia de ação que lembra filmes como Prometheus (2012) e o recente Interestelar (2014). Contra sua vontade, visto que prefere trabalhar sozinho, o Astronauta protagoniza cenas de ação ininterruptas que crescem, conforme cresce a história. No entanto, o álbum não consegue crescer a ponto de superar ou, no mínimo, se igualar a seu antecessor.

Alienígenas fazem referência a velhos conhecidos do Astronauta.

Alienígenas fazem referência a velhos conhecidos do Astronauta.

Danilo Beyruth é um excelente narrador. Ele sabe conduzir uma história e amarrar um roteiro, o que já ficou provado em seus trabalhos anteriores como Necronauta (que o revelou para o mercado), Bando de Dois e na própria Magnetar. Logo, Singularidade é certeza de uma trama consistente e muito bem escrita, que sabe aproveitar o universo criado por Mauricio de Sousa – há referência aos Homens-Geleia, alienígenas criados nas primeiras tirinhas do personagem, e ao Major, personagem misterioso que faz parte da origem do herói espacial, lá nos idos da década de 1960, ambos mostrados nos extras da edição – mas não passa nem perto da trama tensa e psicológica de Magnetar.

Herói solitário

Herói solitário

No início, o autor até deu indícios de que isso ia acontecer, com a psicóloga preocupada com uma possível paranoia. Porém, com o desenrolar da trama, essa questão ficou em segundo plano em detrimento à ação. Não que isto seja um ponto negativo, evidentemente. Numa análise isolada, Astronauta: Singularidade é uma graphic novel que mantém o nível da coleção, como mais um excelente trabalho que eleva o personagem a outro nível de qualidade. Numa análise comparativa, Astronauta: Magnetar ainda reina suprema no topo do ranking dos melhores da coleção. Na dúvida, fique com as duas – ou, no caso, as seis.

Precursora: primeiro álbum de Beyruth no selo, ainda permanece invencível no ranking das melhores.

Precursora: primeiro álbum de Beyruth no selo, ainda permanece invencível no ranking das melhores.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s