Heróis brasileiros se unem e pedem ajuda

blog abreA partir de segunda-feira (10), um projeto de quadrinhos 100% brasileiro começa a tomar forma. O álbum DQB – Heróis Brasileiros – A Ordem reúne mais de 20 super-heróis brasileiros (sim, eles existem!) num mesmo álbum, para enfrentar uma ameaça de proporções cósmicas. A publicação terá o financiamento coletivo via site Catarse e a coleta das doações vai de hoje até janeiro de 2015.

Elenildo Lopes é o idealizador do projeto (Foto: arquivo pessoal do autor)

Elenildo Lopes é o idealizador do projeto (Foto: arquivo pessoal do autor)

A iniciativa foi ideia do roteirista Elenildo Lopes, criador do personagem Capitão R.E.D., que se juntou a outros criadores na tentativa de impulsionar o mercado nacional. E, já que é pra fazer, o negócio é sonhar alto e marcar época: nunca antes tantos heróis brasileiros se uniram numa mesma história. A iniciativa é, para a nossa realidade, tão inovadora quanto foi a criação da Liga da Justiça, lá nos anos 1940. A sinopse do álbum revela que, há bilhões de eras, houve o despertar de uma perigosa entidade chamada Darkface, que provocou uma supernova, chamando a atenção de vários seres cósmicos, que foram dominados pelo vilão.

O projeto está sendo bancado via financiamento coletivo no site Catarse.

O projeto está sendo bancado via financiamento coletivo no site Catarse.

Uma dessas criaturas é Unwath, que foi enviada à Terra para destruir o planeta. Para combatê-lo, vários heróis uniram suas forças, culminando numa explosão atômica que dividiu a entidade em sete partes e a espalhou em vários cantos do universo. Desacreditados e perseguidos, os heróis brasileiros precisam provar seus poderes e convicções para recuperar o prestígio. É quando surge uma nova entidade do bem para ajudá-los a lutarem juntos numa guerra sem precedentes contra os poderosos inimigos.

Gian Danton (E) e Joe Bennett (D) são apenas dois dos nomes envolvidos.

Gian Danton (E) e Joe Bennett (D) são apenas dois dos nomes envolvidos.

Para dar vida ao projeto, nomes experientes e consagrados no quadrinho nacional foram chamados: o roteiro ficará a cargo de Gian Danton, autor do livro O roteiro nas histórias em quadrinhos, Watchmen e a Teoria do Caos e a HQ do Astronauta no álbum MSP+50, entre outros. Danton, inclusive, criará um herói inédito exclusivamente para o álbum. As artes serão produzidas por nomes como Joe Bennet (Captain America, Deathstroke), Ivan Rodrigues (The Shadow, The Spider) e Diogo Freu (Zenescope Entertainment). As artes promocionais estão a cargo de José Luís (Vampirella: Southern Gothic, Teen Titans) e Rom Freire (Fausto de Goethe, 12 Comics) e a colorização será feita por Gil Santos (Capitão R.E.D).

Arte promocional do álbum

Arte promocional do álbum

O álbum terá 100 páginas, totalmente à cores, no formato 16 x 25 cm e miolo em papel couché, garantindo excelente qualidade. Vinte e quatro super-heróis farão parte da história. São eles (com seus respectivos autores entre parênteses):

Anjo Urbano (Rodrigo Dos Santos)
Bruce, O Exterminador (Denilson Reis)
Capitão R.E.D (Elenildo Lopes)
Carniça (Marcelo Gomes)
Cover (José Amorim Neto)
Crânio (Francinildo Sena)
Dragão Negro (Thiago Silva)
Ginasta (Heraldo Wilson)
Homem Trator (João Vital)
Inferno (Augusto Velazquez de Brito)
Jaguara (Altemar Domingos)
Jou Ventania (Lincoln Nery)
Lagarto Negro (Gabriel Rocha)
Máximus (Alan Yango)
Max (Luciano Oliveira)
Morbidus (Rudimar Patrocínio)
Oigo (Diego José)
Papo Amarelo (Moacir Torres)
RBoy (Daniel Costa)
Resistente (Juliano Rocha)
Soberano (Lunyo Alves de Souza)
Velta (Emir Ribeiro)
Vulto (Wellington Santos)
Personagem secreto (Gian Danton)

Fichas técnicas dão informações sobre os personagens.

Fichas técnicas dão informações sobre os personagens.

O custo total da impressão é de R$ 45 mil, montante que está sendo coletado via site Catarse. Para quem não sabe, o Catarse é um site de financiamento coletivo onde os autores apresentam seus projetos para que as pessoas interessadas em transformá-los em realidade deixem suas colaborações. Caso o valor pretendido não seja atingido no prazo, esse valor é devolvido. Se o projeto arrecadar o valor, uma série de brindes são oferecidos aos colaboradores (veja mais informações no site).

Capitão R.E.D. convoca os heróis à luta.

Capitão R.E.D. convoca os heróis à luta.

Segundo Elenildo Lopes, “o gênero nacional ainda sofre com a falta de interesse e investimento, principalmente quando se trata de quadrinhos de super-heróis. O Selo Editorial MeuHerói e nossos autores resistem e lutam porque acreditam na força dos quadrinhos brasileiros.” E lança um desafio: “Você pode ser um herói! Junte-se a nós! Financie, ajude-nos a tornar este projeto realidade!” As doações vão até janeiro de 2015 e a previsão é que, caso o valor seja atingido, os colaboradores recebam seus brindes até abril do mesmo ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s