Coisas que você (provavelmente) não sabia sobre os Guardiões da Galáxia

blog abreFinal de semana chegou e uma das estreias mais aguardadas é o filme dos Guardiões da Galáxia, a nova aposta da Marvel Studios no cinema. Já fizemos a nossa crítica do filme (leia aqui) e, desta vez, trouxemos algumas informações a mais, que farão sua experiência cinematográfica muito mais completa e agradável.

Estreia dos personagens, em 1969

Estreia dos personagens, em 1969

1 – Primeiramente, vale dizer que os Guardiões da Galáxia não são “personagens novos” da Marvel. Embora a formação que chega aos cinemas seja mais recente – o que, novamente, não significa “nova”, visto que ela existe desde 2008, ou seja, já tem seis anos de vida – o grupo surgiu há 45 anos, na revista Marvel Super-Heroes 18 (1969). A equipe era originária do século 31 e formada por astronautas vindos de vários planetas que se uniram contra uma invasão da Irmandade Badoon, uma raça que dominou o sistema solar. A formação original da equipe era a seguinte:

Vance Astro/Major Vitória (Vance Astrovik) –  Primeiro astronauta a embarcar numa expedição para encontrar condições de vida em outras galáxias, Vance Astrovik permaneceu em animação suspensa por mais de 1000 anos. Com isso, sua pele se deteriorou, obrigando-o a usar um traje protetor indefinidamente. Possui poderes telecinéticos.

Vance Astro é o líder dos Guardiões.

Vance Astro é o líder dos Guardiões.

Charlie-27 – Piloto da milícia espacial de Júpiter, Charlie passou por experiências genéticas para que seu corpo pudesse suportar a gravidade do planeta, que é o triplo da nossa. Isso lhe confere força e densidade 11 vezes maior do que a de um humano comum em solo terrestre.

Martinex – Originário de Plutão (que na época, ainda era oficialmente um planeta), Martinex possui corpo semelhante a cristal, o que lhe permite suportar as extremas temperaturas do planeta-anão. Ele é capaz de gerar ondas de frio pela mão esquerda e calor pela direita.

Yondu – dotado de sexto sentido, é o último sobrevivente de uma tribo do planeta Centauro IV. Exímio caçador, Yondu utiliza um arco e flechas feitas de yaka, um metal sensível ao som encontrado apenas em Centauro IV, que garante pontaria precisa.

Águia Estelar e sua esposa Aleta dividem o mesmo corpo

Águia Estelar e sua esposa Aleta dividem o mesmo corpo

Águia Estelar – Stakar foi tirado de sua mãe e abandonado no planeta Arturus IV. Encontrado pelo Rei Ogord, o bebê foi criado como se fosse seu próprio filho. Recebeu do Deus Falcão força e velocidade sobre-humana, habilidade de voo e poderes pré-cognitivos.

Aleta – Filha de Ogord, foi criada junto com Stakar e, quando adulta, casou-se com ele. Um acidente fundiu os dois, obrigando-os a alternar seus corpos em períodos de tempo pré-determinados. Pode manipular luz e transformá-la em objetos sólidos e é bem mais agressiva que o marido.

Sentido horário: Charlie-27, Águia Estelar, Aleta, Vance Astro, Yondu, Nikki e Martinex.

Sentido horário: Charlie-27, Águia Estelar, Aleta, Vance Astro, Yondu, Nikki e Martinex.

Nikki (Nicholette Gold) – Nascida na colônia da Terra em Mercúrio, Nikki teve seu corpo alterado geneticamente para suportar as altas temperaturas do planeta, a exemplo do que ocorreu com Charlie-27 em Júpiter. Além disso, seus olhos são capazes de enxergar sob intensa luminosidade e a pele pode suportar vários tipos de radiação. Tem chamas no lugar de cabelos e pode queimar com um simples toque.

Uma das melhores histórias dos Vingadores tem a participação dos Guardiões.

Uma das melhores histórias dos Vingadores tem a participação dos Guardiões.

2 – Durante muito tempo, os Guardiões da Galáxia atuaram como coadjuvantes de personagens como Vingadores, Defensores e Quarteto Fantástico. Uma das histórias mais memoráveis com participação dos heróis é conhecida como A Saga de Korvak. Publicada em Avengers 167 a 177 (1978) ela mostra os Guardiões viajando para o passado para proteger o pequeno Vance Astro (que se tornaria astronauta e formaria os Guardiões mil anos depois) do vilão cósmico . Eles se unem aos Vingadores e ajudam o grupo a derrotar o poderoso ser. No Brasil esta saga foi publicada nas revistas Heróis da TV 86 a 89 e Grandes Heróis Marvel 14 e, apesar de ser uma das melhores HQs dos Vingadores, nunca mais foi republicada. (Alô, Panini!!!)

Revista Marvel Force publicou as primeiras histórias do título solo dos Guardiões

Revista Marvel Force publicou as primeiras histórias do título solo dos Guardiões

3 – Os Guardiões da Galáxia originais ganharam um título próprio em 1990, no qual iniciam uma jornada para encontrar o escudo do Capitão América, que tinha se perdido após a morte do herói em alguma data não especificada. O título durou 62 edições e chegou a ser publicado no Brasil, como parte do mix da revista Marvel Force 6 a 9 (1991), da Editora Globo.

4 – Os “novos” Guardiões da Galáxia surgiram em 2008, como já foi dito, como uma consequência das sagas Aniquilação (2006) e Aniquilação: A Conquista (2007). Aliás, eles se uniram em 2008, porque “surgir”, também foi beeeeeeeeem antes. Veja a lista abaixo:

Senhor das Estrelas na sua estreia nos EUA e no Brasil

Senhor das Estrelas na sua estreia nos EUA e no Brasil

Peter Quill/Senhor das Estrelas: Estreou em Marvel Preview 4 (1976). No Brasil, sua primeira história foi mostrada em Heróis da TV 70 (1985). Curiosidade: Quill é filho de um imperador do planeta Spartax com uma humana. Tornar-se o Senhor das Estrelas – uma patente militar que faz parte de sua herança sanguínea – conferiu-lhe a responsabilidade de ser um patrulheiro espacial. Ele cumpria sua missão a bordo de uma nave consciente chamada… Nave – que, diga-se de passagem, criou para si uma forma humana para se relacionar com Quill. Safadinhos!

Gamora surgiu nas aventuras do herói Adam Warlock, na consagrada Saga de Thanos

Gamora surgiu nas aventuras do herói Adam Warlock, na consagrada Saga de Thanos

Gamora: Estreou na revista Strange Tales 180 (1975) e, no Brasil, surgiu na revista Heróis da TV 39 (1982). Curiosidade: Gamora leva a alcunha de “mulher mais perigosa da Galáxia”. Ela teve o corpo alterado pela tecnologia de Thanos para se tornar uma arma mortífera e ganhou reflexos, agilidade e força acima do normal.

Drax estreou na revista do Homem de Ferro, inédita no Brasil. Aqui, ele foi visto pela primeira vez numa história do Capitão Marvel.

Drax estreou na revista do Homem de Ferro, inédita no Brasil. Aqui, ele foi visto pela primeira vez numa história do Capitão Marvel.

Drax, o Destruidor: Estreou em Iron Man 55 (1973), publicada no Brasil na revista Heróis da TV 11 (1980). Curiosidade: Drax não é alienígena, é terráqueo. Seu nome verdadeiro era Arthur Douglas e ele é pai da heroína Serpente da Lua. Adquiriu essa aparência esverdeada depois de ser ressuscitado pelo deus grego Kronos após sua morte e de sua família pelas mãos de Thanos.

Rocket estreou numa HQ solo e ganhou destaque ao se aliar ao Hulk.

Rocket estreou numa HQ solo e ganhou destaque ao se aliar ao Hulk.

Rocket Raccoon: Estreou na revista Marvel Preview 7 (1976) e sua primeira aparição no Brasil foi na revista O Incrível Hulk 24 (1982). O guaxinim espacial foi geneticamente modificado para se tornar inteligente e ser guardião de Halfword, um mundo criado por seres que desejavam estudar a loucura no universo (sim, é isso mesmo!). No planeta-sanatório, Rocky agia em parceria com o leão marinho Wal Rus, no melhor estilo Batman e Robin.

Ele de novo: Hulk enfrentou Groot em uma de suas aparições na Terra. Mas ele estreou antes, numa história solo, em Tales of Astonish.

Ele de novo: Hulk enfrentou Groot em uma de suas aparições na Terra. Mas ele estreou antes, numa história solo, em Tales of Astonish.

Groot: É o mais antigo de todos os personagens: sua estreia foi na revista Tales of Astonish 13 (1960). No Brasil, ele estreou no Almanaque Hulk 2, lançado pela editora RGE, em 1980. Em sua estreia, Groot dialogava como qualquer ser humano normal – ele faz parte de uma raça de árvores humanoides do Planeta X. Com as constantes modificações dos personagens ao longo dos anos, Groot passou a emitir apenas uma frase: “Eu sou Groot”.

Nova revista dos Guardiões, lançada na onda do anúncio do filme.

Nova revista dos Guardiões, lançada na onda do anúncio do filme.

5 – Para aproveitar o embalo envolvendo a mídia em torno dos personagens, a Marvel relançou a revista dos Guardiões da Galáxia em 2013, como parte do projeto Nova Marvel/Marvel Now e anunciou recentemente que pretende lançar o título Guardians 3000, resgatando do limbo os Guardiões originais.

Nova era publicado na revista Almanaque Marvel e fez relativo sucesso. Depois, foi acrescentada a Tropa.

Nova era publicado na revista Almanaque Marvel e fez relativo sucesso. Depois, foi acrescentada a Tropa.

6 – A Tropa Nova, que tem uma participação bem relevante no filme, surgiu em 1979, na revista Fantastic Four 205. No entanto, a tropa foi uma ampliação de um conceito criado três anos antes, em 1976, na revista Nova. Nesta HQ, o alienígena Rhoman Dey (que aparece no filme) vem à Terra em perseguição ao criminoso Zoor. À beira da morte, Dey transfere seus poderes ao adolescente Richard Rider, que se transforma no herói Nova. Nessa época, não foi revelado que ele pertencia a uma milicia espacial. O conceito só se expandiu na HQ do Quarteto Fantástico, quando foi mostrado que a Tropa era originária do Planeta Xandar. Quando foi criado, Nova lembrava muito o Homem-Aranha: era um adolescente problemático, sem sorte com mulheres e que se tornou herói por acidente. Suas histórias eram publicadas na revista Almanaque Marvel e eram o carro-chefe da publicação.

Pela primeira vez em terras brasileiras... com nomes errados.

Pela primeira vez em terras brasileiras… com nomes errados.

7 – Os Guardiões da Galáxia tiveram sua primeira menção em nosso País num álbum de figurinhas: foi no álbum Super-Heróis, da Dimensão Editorial, lançado em 1978. Eles aparecem em três cromos: Charlie-27 (chamado de Guardião da Galáxia), Vance Astro (chamado de Defensor da Galáxia) e Águia Estelar (sob o título de Pássaro da Galáxia). No ano seguinte, os heróis também foram destaque na coleção de figurinhas do chiclé de bola Ping Pong. Desta vez, porém, a confusão foi maior: Charlie-27 era o Guardião da Galáxia, mas a descrição de sua biografia no álbum era de Vance Astro, que não tinha figurinha dele. Águia Estelar continuou como Pássaro da Galáxia.

A primeira HQ do grupo publicada em nosso País

A primeira HQ do grupo publicada em nosso País

8 – A revista Super-Heróis Marvel 5 (1980) da RGE trouxe a primeira HQ dos Guardiões da Galáxia originais publicada no Brasil. Eles se uniam ao Coisa, Capitão América e Sharon Carter para defender o futuro da raça Badoon.

Senhor Cosmo: uma homenagem de Peter Gunn só para os entendedores.

Senhor Cosmo: uma homenagem de Peter Gunn só para os entendedores.

9 – Em Guardians of the Galaxy 1 (2008), a primeira com a formação atual dos heróis, somos apresentados a um cachorro falante chamado Senhor Cosmo, que é o chefe de segurança de Luganenhum, a base dos Guardiões situada na cabeça decepada de um membro da raça Celestial. O diretor Peter Gunn faz uma homenagem ao personagem e o coloca como parte do acervo particular do Colecionador (Benício Del Toro) e enganou muita gente: a maioria pensa tratar-se da cadela russa Laika, o primeiro ser vivo a participar da corrida espacial, em 1957, na nave Sputinik 2.

Quer sucesso? Tem que ralar! (Mas vale a pena!)

Quer sucesso? Tem que ralar! (Mas vale a pena!)

10 – A atriz Karen Gillan raspou completamente os cabelos para interpretar sua personagem Nebulosa; Dave Bautista, que dá vida a Drax, o Destruidor, passava quatro horas diárias em pé para receber a maquiagem das tatuagens corporais de seu personagem; Benício del Toro permitiu que seus cabelos e sobrancelhas fossem descoloridos para encarnar o Colecionador. São os sacrifícios da profissão.

Gostou dessas curiosidades? Pois não deixe de ler a revista Mundo dos Super-Heróis deste mês: ela traz um dossiê supercompleto com muito mais informações a respeito dos personagens e curiosidades de bastidores do filme. Corra pra banca!

MSH 057

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s