Saído do Forno: O Espetacular Homem-Aranha 1

blog abreO momento mais aguardado pelos fãs do aracnídeo finalmente chegou! Com data de junho/2014, chegou semana passada nas comic shops americanas o numero 1 da nova série The Amazing Spider-Man, com o retorno de Peter Parker à identidade de Homem-Aranha. O título faz parte da fase All-New Marvel Now. Depois de um ano e meio na pele do Dr. Octopus, quando passou a ser chamado de Homem-Aranha Superior, o Amigão da Vizinhança volta às origens em uma edição especial com 64 páginas escrita por Dan Slott e com arte de Humberto Ramos.

Dr. Octopus morreu em ASM 700. Mas na verdade, quem morreu foi Peter Parker. Não, pera...

Dr. Octopus morreu em ASM 700. Mas na verdade, quem morreu foi Peter Parker. Não, pera…

Para quem está boiando no tempo e no espaço, vamos à explicação: o Dr. Octopus, um dos piores inimigos do Homem-Aranha, estava às portas da morte, com o corpo debilitado depois de consecutivas lutas contra o aracnídeo. Como uma última artimanha, Octopus deu um jeito de trocar de mente com Peter Parker. Assim, a mente de Peter foi parar no seu corpo moribundo enquanto que sua mente foi parar no corpo do herói. Quando “Octopus” morreu, o falso Peter decidiu honrar o nome do Homem-Aranha e continuar com sua carreira heroica. Apesar de abandonar a carreira criminosa, a personalidade arrogante do ex-vilão permaneceu.

Nova série do Aranha: de "superior, só o título.

Nova série do Aranha: de “superior, só o título.

A revista Amazing Spider-Man encerrou sua trajetória no número 700, depois de 50 anos de publicação ininterrupta e deu origem ao novo título Superior Spider-Man, publicado quinzenalmente (no Brasil, essa revista estreou há poucos meses na Panini), cuja última edição foi a de número 31, encerrando o arco The Goblin Nation, na qual Peter Parker volta ao seu corpo. O destino do Dr. Octopus deixemos em aberto, para não revelar spoilers.

O primeiro e único Homem-Aranha volta ao lugar do qual nunca deveria ter saído: sua própria revista.

O primeiro e único Homem-Aranha volta ao lugar do qual nunca deveria ter saído: sua própria revista.

No primeiro número da nova revista, Peter tenta recomeçar sua vida depois de um ano e meio “fora do ar”. O problema é que ele não se lembra de nada que o Dr. Octopus fez – e não foi pouco – e é daí que surgem as hilárias situações. A história resgata a leveza do humor do Homem-Aranha – e o velho azar também – elementos clássicos que os leitores tanto sentiram falta. Para começar, Peter precisa dar declarações à Imprensa sobre o futuro das Indústrias Parker, destruídas pelo Duende Verde. Sim, o Dr. Octopus fundou uma empresa com o nome de Peter Parker, além de ter adquirido um doutorado para o rapaz.

Momento constrangedor: Homem-Aranha nu diante de toda cidade.

Momento constrangedor: Homem-Aranha nu diante de toda cidade.

Além disso, sob a identidade de Parker, Octopus se envolveu com uma mulher chamada Anna Maria Marconi, vivia com ela sob o mesmo teto e estava pensando em pedi-la em casamento – situação complicada que Peter terá que lidar em sua volta. Para completar, surge em Nova York um novo grupo de vilãs formado pela Coelha Branca, Hippo (que veste um traje de hipopótamo), Pandamania (uma mulher-panda) e Novelo, ex-Traça Cigana, com o poder de manipular fios de tecido. Como se as vilãs não fossem ridículas o suficiente, Novelo manipula o uniforme do Aranha e o deixa nu diante de toda cidade – cena que logo vai parar nas redes sociais.

Muita coisa pode acontecer em meio segundo (inclusive ter uma ideia babaca)

Muita coisa pode acontecer em meio segundo (inclusive ter uma ideia babaca)

A história é divertida e gostosa de ler, bem no estilo do herói aracnídeo. Mas nem tudo são flores: o roteirista Dan Slott deixou, nas entrelinhas, sua marca registrada (leia-se “o dom de estragar o que é bom”): ao revisitar a origem do Homem-Aranha, é mostrado que a aranha radioativa que picou Peter Parker também picou outra pessoa. Ou seja: conserta um lado, estraga o outro. Vem mais bobagem por aí… A edição traz outras HQs curtas com uma prévia do que será mostrado nos próximas edições: a volta do Homem-Aranha 2099 em nova revista-solo, o ingresso do novo Aranha Escarlate nos Novos Guerreiros, a Gata Negra em busca de vingança por causa de algo que o Aranha-Octopus fez a ela (e ela pretende descontar em Peter Parker) e um retcon da origem do herói, no qual um anônimo vivencia sua primeira aparição no ringue de luta livre e no programa de TV e as consequências disso na vida do rapaz – provavelmente, mais um conceito “esquecível” de Slott.

Não é só Peter Parker que está de volta! O Homem-Aranha 2099 também ganha um novo título.

Não é só Peter Parker que está de volta! O Homem-Aranha 2099 também ganha um novo título.

A nova revista do Homem-Aranha deve demorar um pouco para chegar a Brasil (provavelmente, só em 2015). Enquanto isso, podemos acompanhar (ou não) a péssima fase “superior”, esperando e rezando para que o herói, um dia, retome seus dias de glória – algo que não deve acontecer enquanto ele não trocar de roteirista. Ainda bem que existe a Coleção Histórica Marvel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s