Em Primeira Mão: Avante, Vingadores – A Animação

blog abreAvante, Vingadores (Avengers Assemble), a nova série animada da Marvel Animation teve uma première no dia 26 de maio pelo canal Disney 😄 americano. A série estreia pra valer no dia 7 de julho no canal do Mickey e Cia. e foi criada para substituir a animação anterior – Vingadores: Os Super-Heróis mais Poderosos da Terra (Avengers: Earth’s Mightiest Heroes), cancelada na segunda temporada em função de outra mais voltada ao público infantil.

A ameaça do Caveira Vermelha provoca a reunião dos heróis novamente.

A ameaça do Caveira Vermelha provoca a reunião dos heróis novamente.

A primeira vantagem da nova série é o nome mais curto – não que isso fosse, definitivamente, um problema, mas não dá pra entender por que cargas d’água colocaram um nome tão longo num desenho animado, quando só “Vingadores” já resolveria a questão (E, de fato, é como o desenho é chamado). Mas deixemos de lado a ironia e falemos do desenho: o episódio de estreia – Protocolo Vingadores – foi duplo, com 22 minutos cada e começa com Tony Stark em sua mansão, lembrando que desativou o grupo dos Vingadores por incompatibilidade de temperamentos e cada herói seguiu seu rumo.

O Capitão América é desintegrado pelo Caveira.

O Capitão América é desintegrado pelo Caveira.

No entanto, a ameaça do Caveira Vermelha faz com que o herói vista sua armadura e parta em auxílio do Capitão América apenas para vê-lo ser desintegrado pelas mãos do vilão. Com o auxílio de M.O.D.O.C., o Caveira derrota o Homem de Ferro e parte com o escudo do Capitão. Prevendo uma ameaça de grandes proporções com a união dos dois vilões, o Vingador Dourado convoca Thor, Hulk, Gavião Arqueiro e Falcão (um recruta em treinamento na SHIELD) e reativa os Vingadores para… hã… vingar a morte do Capitão América.

M.O.D.O.C. controla equipamentos eletrônicos. Péssima ideia para o Homem de Ferro.

M.O.D.O.C. controla equipamentos eletrônicos. Péssima ideia para o Homem de Ferro.

O plano do Caveira era trocar seu corpo debilitado pelo soro do Supersoldado pelo corpo do Capitão América (que não tinha sido desintegrado, apenas teletransportado). Porém, ao perceber que o verdadeiro líder dos Vingadores era o Homem de Ferro, o vilão tira a armadura de Stark à força, bem como o Reator Arc de seu peito e passa a usá-la, aumentando seu poder e deixando um moribundo Homem de Ferro para os Vingadores cuidarem.

Viúva Negra espiona os heróis

Viúva Negra espiona os heróis

E se você estava sentindo falta da Viúva Negra, não se preocupe: ela está na equipe. Como uma espiã da SHIELD, a ruiva é enviada para seguir os passos do Homem de Ferro e saber o motivo dele ter “roubado” o Falcão da agência. Evidentemente, a heroína aparece na hora mais apropriada e se engaja na briga contra os vilões.

Hulk esmaga loirinho do martelo! (ou não!)

Hulk esmaga loirinho do martelo! (ou não!)

O desenho adaptou vários elementos da franquia cinematográfica dos heróis, como o fato do Caveira Vermelha ter recebido um Soro de Supersoldado ainda não aperfeiçoado, o Reator Arc como suporte de vida de Tony Stark e Jarvis ser uma Inteligência Artificial e não um mordomo, como seu homônimo dos quadrinhos. Thor também é apresentado sem seu capacete em vários momentos e protagoniza, junto com o Hulk, combates destrutivos. Quanto ao Gavião Arqueiro, ele não usa máscara, mas óculos escuros – visual que também foi incluído na versão em quadrinhos.

Aliança perigosa

Aliança perigosa

Conforme já foi dito, o desenho foi “infantilizado”, comparado com o seu antecessor, mas isso não quer dizer que as histórias ficaram “bobinhas”. Apenas deram aos personagens uma personalidade mais cool e menos sisuda: o Hulk sorri e encara suas brigas como uma grande diversão e o Falcão, recém-incluído na equipe, age com o mesmo deslumbramento de um adolescente que ganhou do pai o primeiro carro. O humor é recorrente e as piadinhas sobre o relacionamento entre os membros é constante, principalmente pelo Gavião Arqueiro e Falcão.

Só falta colocar os balões!

Só falta colocar os balões!

Não faltam as batalhas entre os membros da equipe, tão adorado pelos fãs de quadrinhos, principalmente no segundo episódio, quando M.O.D.O.C. envia nanobots à Mansão dos Vingadores e estes dominam a mente dos heróis, colocando um contra o outro. A qualidade técnica do desenho é tão boa quanto sua antecessor e utiliza o recurso de multi-imagens, aproximando-o de sua fonte primária, ou seja, as histórias em quadrinhos. Embora esteja mais infantil, não perdeu suas características e está bem alinhada com a mitologia criada no cinema, garantia certa de atrair as novas gerações que pouco conhecem dos  quadrinhos e tiveram seu primeiro contato com os personagens nas telonas.

A abertura da série mostra... peraí, que abertura?

A abertura da série mostra… peraí, que abertura?

Ao mesmo tempo, é capaz de atrair os marmanjos que acompanham os heróis há mais de 50 anos, gostaram da animação anterior e lamentaram o seu final precoce. Na verdade, não foi um final, mas um recomeço – como, aliás, é comum quando se trata de super-heróis da Marvel. Em tempo: é lamentável a falta de uma abertura para os desenhos animados atuais. Aberturas clássicas sempre ajudaram a tornar os desenhos inesquecíveis e transformaram as trilhas sonoras em hits cantados até hoje. Uma pena que os novos desenhos reduzam as aberturas à exposição dos logotipos e mais nada.

Nota: blog nota

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s