Oscar 2013: os favoritos do blox

blog OscarNo dia em que o mundo inteiro vai parar para ver a 85ª. cerimônia do Oscar, nosso blox resolveu fazer uma brincadeira e eleger quais filmes de super-heróis de todos os tempos mereceriam levar a estatueta. Evidentemente, elegemos só as categorias mais relevantes e deixamos de lado as categorias muito técnicas. Também vale dizer que esta é uma lista pessoal e que você pode discordar dela. Se quiser, faça sua própria lista e deixe nos comentários. Garanto que será um exercício bem divertido, assim como foi para mim.

Playboy, bilionário, gênio, filantropo... e ótimo ator!

Playboy, bilionário, gênio, filantropo… e ótimo ator!

Melhor ator: Robert Downey Jr., pelo filme Homem de Ferro 2 – O ator conseguiu reerguer sua carreira e se consagrar no papel do milionário Tony Stark no primeiro longa. Na sequência, bem mais à vontade no papel, Downey Jr. deu um show de interpretação e hoje é difícil olhar para o ator e não relacioná-lo com o personagem.

Ela é... brilhante!

Ela é… brilhante!

Melhor atriz: Halle Berry, em X-Men: O Confronto Final – Em uma categoria de filmes onde predomina o sexo masculino, uma atriz conseguir destacar-se no papel de protagonista é quase impossível. Halle Berry conseguiu fazer a Tempestade crescer na franquia de filmes dos heróis mutantes e, na terceira aventura, ganhou até uma participação mais efetiva. E uma peruca melhor.

Se cuida, James Bond!

Se cuida, James Bond!

Melhor ator coadjuvante: Clark Gregg, em Os Vingadores – Criado para ser apenas o elo entre os filmes da Marvel, o agente Phil Coulson ganhou a simpatia do público e, em Vingadores, a carga dramática de seu personagem foi essencial para a condução da trama. O personagem foi tão querido que foi incluído no universo dos quadrinhos. Quer motivo melhor para que o ator ganhe o prêmio nessa categoria?

Alguém recusaria uma carona nessa garupa?

Alguém recusaria uma carona nessa garupa?

Melhor atriz coadjuvante: Anne Hathaway, em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge – Muita gente achava que a atriz não tinha corpo para interpretar a sensual vilã Mulher-Gato. No filme, porém, Anne mostra que nem só de bundas rechonchudas e peitos siliconados vive uma felina. Ela pode não ter chegado aos pés de Michelle Pfeiffer ou Julie Newmar, mas poucas pessoas vão esquecer a cena em que ela dirige a Batpod.

Gênio pensando

Gênio pensando

Melhor diretor: Christopher Nolan. Com sua “Trilogia do Morcego” (Batman Begins, Batman: O Cavaleiro das Trevas e Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge), Nolan imprimiu em Batman um toque de contemporaneidade e de realismo sem deixar de lado a fidelidade às origens do personagem: os quadrinhos. Em suas mãos, o herói ganhou sua encarnação definitiva – ao menos pelos próximos anos – e serviu de modelo para os próximos filmes de super-herói que virão. Se isso é bom ou ruim, o tempo dirá. Mas o seu mérito, ninguém tira.

clássica e eterna

clássica e eterna

Melhor trilha sonora original: Superman: O Filme (John Willians). Diga depressa: quando falamos em super-herói, qual a primeira música que vem à sua cabeça? Trilha sonora é assim: fica tão ligada ao filme que se torna sua marca registrada. Nesse caso, ela foi além: se tornou a marca registrada do personagem, que nenhuma outra trilha, por mais heroica que tenha sido, conseguiu tirar.

Adaptação fiel

Adaptação fiel

Melhor animação: Batman – O Cavaleiro das Trevas – O último lançamento da DC Comics na área da animação é tão grandioso que apenas um DVD não foi suficiente: a história foi dividida em duas partes. Adaptação extremamente fiel do grande clássico de Frank Miller nos anos 1980 é um desenho obrigatório para quem é fã do Homem-Morcego – e também para quem não é.

Ele nos fez acreditar.

Ele nos fez acreditar.

Melhores efeitos visuais: Superman – O Filme – Na época em que a computação gráfica inexistia, o diretor Richard Donner conseguiu criar um filme tão perfeito visualmente que conquistou, de fato, o Oscar de efeitos especiais. Ou seja: quem somos nós para tirarmos o prêmio que a própria Academia já tinha dado? Principalmente levando em consideração que, nos dias atuais, é fácil criar um universo de fantasia de forma realista. Mas foi Donner (e Christopher Reeve, obviamente!) quem nos fez acreditar que um homem era capaz de voar.

Quadrinhos na tela

Quadrinhos na tela

Melhor filme: Os Vingadores. Filmes de super-herói tivemos muitos. Alguns muito, muito bons. Mas filme de super-heróis que tinha o mesmo ritmo de uma história em quadrinhos (sua fonte primária), com espaço para todos os personagens (apesar da quantidade elevada), um elenco estelar e uma trama bem amarrada, repleta de ação e boas doses de humor, só mesmo Os Vingadores.

E aí, curtiu a nossa lista? Tem a sua própria? Tem outras categorias que ficaram faltando? Deixe sua opinião abaixo. E vamos torcer esta noite, na escolha dos melhores filmes (não só os de super-herói) do ano.

Anúncios

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s