Crítica: Justice League: Doom

Chega hoje aos Estados Unidos, a nova animação da DC Comics: Justice League: Doom. O longa animado segue a tradição de se adaptar um arco fechado de histórias em quadrinhos sob a forma de desenho e que vem fazendo bastante sucesso na linha de home vídeo. No caso, esta animação adapta o arco Torre de Babel, publicado na revista americana JLA 43 a 46 (julho a outubro de 2000). No Brasil essa aventura foi publicada completa, na revista Superman Premium 17 (dezembro de 2001).

Todo vilão tem mania de grandeza (e um figurino péssimo!)

Na história, o vilão imortal Vandal Savage invade a batcaverna e rouba arquivos secretos do Batman contendo as fraquezas dos seus colegas da Liga da Justiça. Dessa forma, Savage convoca vários vilões – cada um sendo inimigo particular de um dos heróis da Liga – e forma a Legião do Mal para atacar seus opostos heroicos.

Legião do Mal (o Mestre dos Espelhos não está na foto porque estava se admirando)

São eles: Bane (Batman), Mestre dos Espelhos (Flash), Mulher-Leopardo (Mulher-Maravilha), Ma’alefa’ak (Caçador de Marte), Metallo (Superman) e Safira Estrela (Lanterna Verde). O plano do vilão é enviar um míssil ao Sol para provocar uma erupção que destruirá dois terços da humanidade. Dessa forma, ele poderá dominar o terço restante.

Batman é o culpado pela derrota da Liga

Quando nota que seus amigos estão sendo atacados nas suas principais fraquezas, Batman deduz que seus dados foram roubados e assume a culpa perante os heróis. A partir daí, a Liga se divide: há quem entenda que a atitude do Homem-Morcego é válida em caso de necessidade e há quem considere uma quebra de confiança.

Vai uma mãozinha aí?

As diferenças, no entanto, devem ser postas de lado perante a ameaça de Savage e é nesse momento que a Liga da Justiça se mostra eficiente, onde cada herói tem sua função e cada poder diferenciado se encaixa como uma luva para uma missão que nenhum herói conseguiria enfrentar sozinho (Ok, essa frase pertence a grupo da concorrência, mas também serve perfeitamente neste caso).

animação foi baseada em HQ publicada no ano 2000

Embora tenha como base a HQ escrita por Mark Waid, a animação segue seu próprio rumo e tem várias diferenças da HQ, a começar pelo vilão principal: nos quadrinhos é Ra’s Al Ghul quem pretende destruir a humanidade, por meio de um dispositivo que emite ondas cerebrais e modifica a forma como as pessoas se comunicam. Sem conseguirem se entender (daí o título Torre de Babel), o mundo entra em colapso. Outra mudança diz respeito à não inclusão de Aquaman e do Homem-Borracha no desenho, sendo que estes foram substituídos pelo Ciborgue.

Ciborgue deixou o desenho mais... hã... eletrizante!

Além disso, a criação da Legião do Mal também não existe na HQ original. Nela, Ghul faz tudo sozinho, ajudado apenas pela filha Talia e seus capangas. Evidentemente, deve ter sido uma homenagem dos produtores ao antigo desenho dos Superamigos, o que deu mais ação à história e tornou-a bem mais divertida. Por fim, vale dizer que o Lanterna Verde dos quadrinhos é Kyle Rayner, enquanto que no desenho optaram por manter Hal Jordan na equipe.

"Se falar de novo que eu não tenho filme, faço você engolir meu laço mágico!"

Essas mudanças serviram para tornar a história mais dinâmica e adaptada para o público que não acompanha os quadrinhos. A qualidade das animações da DC mantém sempre um nível de excelência acima da média. No cinema, a editora pode não ter tanto sucesso quanto sua concorrente, mas no ramo das animações, a diversão é garantida. Sorte nossa! Uma curiosidade: o nome Doom vem do grupo de vilões, que é chamado originalmente de Legion of Doom (Legião da Destruição em português).

Cotação: 

 

Anúncios

12 comentários

  1. Pôxa…É bem legal sse desenho,eu só não achei TÃO bom quanto “Liga da Justiça-Crise em Duas Terras” A Começar plo fator de que meu personagem preferido a Liga é a Mulher Maravilha,e eu to cansado de ver eles diminuindo os poderes dela nessas animações,e até mesmo na série animada…No filme anterior Que encaixou ESSE como uma c”CONTINUAÇÃO”) a Mulher Maravilha chega a levantar um aminhão enorme.Nesse,a unica parte em que ela realmente mostra ter força é na luta contra o ciborgue,e qdo ela arranca uma arvore do chão…Eu acho que eles deveriam TROCAREM de inimigos,plo menos um pouco,pra não ficar tão ansativo….NOTA 8

    • O curioso nesse desenho é o lance de a Mulher-Maravilha também, em um determinado momento, precisar voar e receber uma “mãozinha” do Ciborgue.
      Também achei o desenho “Crise em duas Terras” bem mais interessante. O lance da troca de vilões eu também pensei ser interessante, mas aí ia ficar meio que clichê e repetitivo, já que em várias oportunidades os membros da Liga “trocaram” de vilões…

  2. Uma luta entre a Mulher Maravilha vs Bane,seria muito legal,ou Mulher Maravilha vs Saphira Estrela…Seria legal que eles trocassem de inimigos,pra não ficar aquela “Regra” e assim parecer um pouco mais “Real”…Bom eu gostei mais das lutas do Crise em duas Terras mesmo. rs

  3. Outra coisa que eu gostei nesse desenho é que o Azulão não é o fracote que costuma ser nos quadrinhos. O único vacilo dele é ter se deixado atingir pela bala de kryptonita, mas, tirando isso, eles não pouparam esforços pra fazê-lo poupar esforços ou pra torná-lo o maricas que sempre acaba sendo nas animações… Ponto pra eles nesse sentido!
    Pena que eles não esqueceram de enfraquecer alguém e jogaram o fardo pra Amazona…

  4. Eu ainda não me conformo,com a performance da Mulher Maravilha nessa animação. ¬¬
    Eles puxaram o saco do superman…Pôxa vida,a Mulher Maravilha tem uma força que pode se quase ser comparada com a do Super…Ele A Mulher Maravilha e o Caçador de marte ja puxaram a terra juntos nos quadrinhos. ¬¬

      • Eu ja assisti…Achei muito bom.com a exceção de terem banido a habilidade de Voo da Mulher Maravilha…As versões mais modernas voão,nesse filme ela plana qdo está lutando contra Áres duas vezes.Ta na hora de fazerem um filme dela pros cinemas neh… Só não consigo imaginar uma atriz boa o suficiente pra interpreta-la nos cinemas.A mais boa dbriga que eu ja vi,é a lindíssima Milla Jovovich,mas ja ta velha pro papel,seria bacana pegar uma atriz com uns 27 a 30 anos.

  5. Eu achei a Mulher Maravilha ótima em Apocalypse e em Crise em duas Terras…A Contra-parte dela nesse filme é bem forte,tanto que chega a dar uns supapos no superman…A Mulher Maravilha venceu ela sem grandes esforços…No “A Legião do Mal” ela ta sofrendo pra combater a Mulher Leopardo,que d certo não chega nem perto da força que a SuperMulher tem…Sem contar que as lutas da Mulher Maravilha no CRISE são MARAVILHOSAS…Ela foi ótima lutando contra a contraparte da Vixen e da Donna Troy,ela enfrentando o Coruja foi d+ tbém…Outra coisa que gostei nesse desenho,é qdo ela ergue uma carreta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s