Saído do Forno: Justice League 1

O mundo dos super-heróis não tem sido mais o mesmo desde quarta-feira passada, dia 31 de agosto, quando chegou às lojas americanas o primeiro número de Justice League, inaugurando o Novo Universo DC, reformulado com o fim da saga Flashpoint. A partir de agora, tudo que lemos nos últimos 70 anos não existe mais (ou não), um novo universo foi criado, origens serão recontadas (ou não), uniformes foram recauchutados e modernizados e as revistas DC foram todas canceladas, dando origens a 52 novos títulos, que recomeçam no número 1.

Action Comics: ambas são número 1, mas tem valores diferentes.

Até mesmo as revistas Action Comics e Detective Comics, as mais antigas HQs da editora ainda sendo publicadas, que contabilizam mais de 900 edições, foram zeradas e serão relançadas ainda este mês com numeração nova, mas a quebra da continuidade enfureceu muitos fãs, e não é pra menos. Se pensarmos bem, houve uma quebra numa tradição de 75 anos e, mesmo que a DC retome a numeração daqui algum tempo (como é comum acontecer), não será a mesma coisa. A sensação é como se aquela taça de cristal que temos no armário caísse no chão e os pedacinhos fossem colados: nunca mais ficará igual.

De qualquer forma, o que interessa nesse post é a primeira edição de Liga da Justiça. Afinal, a revista é boa ou não? Ela mantém a essência dos heróis? Do que a história trata? Calma, prezado leitor! Estamos aqui pra isso! Nosso blox traz todas as informações que você quer saber sobre este que já é um sucesso de vendas – os 200 mil exemplares iniciais esgotaram em menos de 24 horas e a revista já está na sua terceira reimpressão, sem contar as edições virtuais.

Na nova DC, Batman é perseguido

A história começa com Batman perseguindo um fugitivo misterioso e sendo perseguido pela polícia de Gotham ao mesmo tempo. Nesse novo universo, os seres humanos comuns não sabem se os heróis são amigos ou inimigos, então preferem atirar antes e perguntar depois – algo bem parecido, aliás, com o que já acontece no Universo Marvel, onde os heróis são vistos com desconfiança. Na DC, os super-heróis sempre foram endeusados, mas parece que isso acabou.

Trevas e Luz

A personalidade do Batman não mudou em nada, pelo menos nesta primeira história. Ele continua sendo soturno e mal humorado, ficando bastante irritado quando sua perseguição é atrapalhada por um Lanterna Verde arrogante e deslumbrado com seus novos poderes. Na história, os heróis não se conhecem e o Lanterna, se achando o bam-bam-bam do pedaço, se propõe a ajudar o novo companheiro a encontrar o fugitivo, o que deixa Batman totalmente desconfortável.

Superman ou Superboy?

É revelado, então, que o fugitivo é um dos lacaios de Darkseid e, a partir daí, os heróis começam a se encontrar para formar a equipe. A dupla menciona o “cara de Metrópolis”, que tem chamado a atenção e, até o momento, é um desconhecido. Achando-se em condições de derrotar o Superman, o Lanterna Verde logo vê que seu anel não lhe torna tão imbatível como ele pensa. Em um interlúdio, também aparece o campeão de futebol Victor Stone, mas aparentemente, ele ainda não recebeu seus implantes metálicos que o transformaram no Ciborgue, sendo apenas um jovem astro do esporte frustrado porque seu pai não comparece aos seus jogos.

O futuro (?) Ciborgue e uma mulher misteriosa (no destaque)

Há uma personagem misteriosa na HQ que também apareceu em Flashpoint 5 e, segundo consta, ela será uma personagem comum aos 52 novos títulos, aparecendo sempre misturada à população. Quais são suas reais intenções e seu papel no Novo Universo DC ainda é um mistério que só será revelado futuramente, se esse universo mantiver o fôlego original. Pelo que foi mostrado na primeira edição, tudo está muito bom: ritmo ágil, roteiro comum de Geoff Johns – apesar de alguns furos, como por exemplo, a presença de Hal Jordan como Lanterna Verde, uma vez que já foi revelado que o Lanterna da Terra é Abin Sur – e o desenho sempre bem feito e elegante de Jim Lee.

Títulos que chegam às comic shops no dia 7 de setembro

Amanhã chega às comic shops as revistas Action Comics, Detective Comics, Green Arrow (Arqueiro Verde), Hank and Dove (Rapina e Columba), Batgirl, Batwing, Justice League International (Liga Internacional), Swamp Thing (Monstro do Pântano), Animal Man (Homem-Animal), O.M.A.C., Men of War, Static Shock (Super Choque) e Stormwatch.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s