O homem mais rápido do mundo ganha reedição

Capa inovadora

Pode parecer um trocadilho, mas o homem mais rápido do mundo ganhou uma reedição de sua HQ com uma velocidade espantosa! A HQ O que aconteceu ao Homem mais Rápido do Mundo, dos britânicos Dave West e Marleen Lowe e publicada pela Gal Editora no final do ano passado chega à sua segunda impressão. Um feito interessante, levando-se em consideração que se trata de um quadrinho independente e, portanto, com personagens desconhecidos e um apelo menor junto ao grande público. Outro mérito da publicação é ser vendida apenas em livrarias especializadas (além do próprio site da editora), o que diminui ainda mais o seu acesso.

Porém, a reimpressão da obra prova que nosso mercado tem espaço para quadrinhos independentes de qualidade. E que qualidade! O que aconteceu… conta a história de Bobby Doyle, um jovem adolescente como qualquer outro de sua idade, exceto pelo fato dele ter um poder especial, o de congelar o tempo. Aparentemente, tal habilidade poderia significar algo bastante divertido, mas quando um terrorista aciona uma bomba capaz de destruir a cidade inteira em uma hora e o rapaz é o único que pode fazer alguma coisa, tal poder pode representar uma maldição.

Sem superforça, o protagonista tem que salvar uma cidade

Como consegue congelar o tempo, Doyle se move normalmente, mas parece muito rápido aos olhos de quem está “congelado”, o que lhe valeu o apelido de “homem mais rápido do mundo”. As pessoas só o vêem por um rápido segundo, sempre que ele precisa abrir alguma porta (pois precisa descongelar o tempo para que a porta se mova). A desvantagem é que, para ele, o tempo transcorre normalmente, mesmo quando o tempo está parado. Assim, o que para nós representa um segundo, para Doyle pode ter representado anos. De forma realista, o autor constrói uma trama bastante visual e com poucos diálogos, mas que transmite a sua mensagem com a precisão necessária.

O tema super-heróis, por si só, já é algo que atrai o imaginário do leitor, afinal, quem não gostaria de ter um poder bacana que o diferenciasse das demais pessoas? No entanto, a HQ mostra que heroismo é muito mais do que usar uma roupa colante e sair voando por aí e que nem sempre ser diferente é algo bom. Embora o protagonista tenha poderes, é sua humanidade que é tratada na história. Vencedora do prêmio Eagle como melhor graphic novel em preto e branco de 2009, O que aconteceu ao homem mais rápido do mundo? nem parece uma história em quadrinhos. A começar pela capa, que imita uma página de jornal, a edição tem cara de livro, com papel de qualidade, capa com verniz e extras que não saíram na HQ original e exclusivos da edição brasileira: um prelúdio da história e vários pin-ups feitos por diversos artistas.

Uma produção caprichada que merece o investimento.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s