Dia das (Super) Crianças!

Neste 12 de outubro, não poderíamos deixar de fazer uma postagem especial homenageando as crianças. Claro que também não poderíamos fugir à regra e, por isso, nossa postagem fala sim, sobre crianças, mas a versão infantil dos super-heróis! Tanto a Marvel como a DC já tiveram seus heróis mirins. Um outro dia, talvez, podemos fazer um Top 10 com os principais, mas no dia de hoje, gostaria de me prender apenas nos fofíssimos Super Jrs., miniversão dos maiores super-heróis da DC Comics.

 

Anúncio do álbum dos heróis com Super Jrs.

 

A primeira vez que vi os pequenos heróis foi em 1984, quando a Editora Abril comprou os direitos de publicação dos quadrinhos DC e lançou, como prévia, o álbum Super-Heróis em Ação. Uma iniciativa inédita até então no segmento de figurinhas, o livro ilustrado trazia cromos metalizados (raríssimos) e trocava as repetidas, o que tornou-o o primeiro álbum que eu consegui completar.

 

Figurinhas metalizadas

 

Nas páginas centrais, todos em cromos metálicos, os Super Jrs. fizeram seu début em apenas 20 figurinhas, uma para cada personagem (exceto os principais – Superman, Batman e Mulher Maravilha – que ganharam mais poses), o suficiente para gerar uma paixão instantânea pela graciosidade do desenho. Porém, os personagens ficaram mesmo só nas figurinhas e nunca deram as caras nos quadrinhos.

 

Superamiguinhos: o álbum solo

 

Num período em que a Internet não existia (hoje me pergunto como consegui sobreviver àquela época!), não tinha notícias se os pequenos heróis tinham HQs publicadas ou até mesmo se, de repente, foram criados por alguma equipe brasileira, a exemplo do Morcego Vermelho, por exemplo, que é um personagem Disney 100% nacional. Só sei que enviei várias cartas para a editora, pedindo histórias com eles, mas nunca obtive qualquer resposta, positiva ou negativa.

Quatro anos depois, a Editora Globo lançou outro livro ilustrado, desta vez, exclusivo para os pequeninos. Superamiguinhos – O Livro Ilustrado dos Super Jrs. tinha 114 cromos que colocava os heróis mirins em várias e divertidas situações e poses que fugiam aquelas tradicionais, levando a crer que as imagens eram mesmo uma versão nacional. A sonhada HQ, no entanto, nunca veio.

 

Primeira aparição

 

Hoje, com os recursos da Internet e a formação sempre curiosa do jornalismo, já sei que os Super Jrs. surgiram nas páginas do DC Comics Style Guide 1982, uma publicação que apresentava o estilo do artista José Luís Garcia-López para os personagens DC. Em março de 1985, a revista The Best of DC 58 trouxe a única HQ dos Super Jrs. até hoje.

 

A única HQ com os heróis

 

A história, toda narrada em verso, mostrava um grupo de bebês órfãos sendo transformados em seus super-heróis favoritos pelo Espírito de Natal para ajudar o Papai Noel a devolver às pessoas o espírito natalino. Infelizmente, essa aventura permanece inédita em nosso país e nunca foi republicada nem nos Estados Unidos. Talvez por por falta de interesse dos editores em investir em quadrinhos voltados para o público infantil, os Super Jrs. fizeram mais sucesso na parte de licenciamento – existe uma série de produtos com os personagens estampados – do que nas HQs, o que é uma pena.

Curtiu os Super Jrs? Então baixe aqui o livro ilustrado Superamiguinhos. Nosso presente de Dia da Criança para você, fiel leitor do nosso blox. E que a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, abençoe todos aqueles com espírito infantil.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s