Saudades

No já distante ano de 1978, um garotinho com sete anos de idade ia, pela primeira vez, ao cinema, acompanhado de sua irmã e uma amiga. Amante de super-heróis desde a mais tenra infância – aprendeu a ler com três anos de idade e desde então, viajava nas páginas das HQs do Homem-Aranha e nos desenhos animados dos heróis na TV – o garoto não tinha noção, na época, de que estava vivendo um momento único. Na verdade, para uma criança com sete anos, o passeio por si só já era um momento único. Mas os anos mostrariam que aquela oportunidade era mais do que especial. O filme em questão era Superman (1978), que tinha acabado de estrear.

Para o alto e avante, sempre!

O slogan do filme Você vai acreditar que um homem é capaz de voar, naquela época, não fazia muito sentido para aquele garoto: ele já acreditava. Em seu mundo infantil, os heróis existiam e o vôo do Superman na tela era natural, não fruto de efeitos especiais de última geração. O filme não apenas se tornou uma das melhores adaptações de histórias em quadrinhos de todos os tempos, como também revelou ao mundo a face de um grande ator: Christopher Reeve.

Nada é capaz de parar o homem que tem fé

Os anos se sucederam e outras produções surgiram, marcando a imagem de Reeve com o S estilizado. Ele era o Superman! E até hoje, ninguém conseguiu superá-lo. As tragédias da vida mostraram que, mais que uma roupa colorida, uma capa vermelha e uma cueca por cima da calça, o que faz de um homem um herói é o seu caráter e sua capacidade de superar limites. E, nesse sentido, Reeve foi um super-homem. Mostrou-se invencível! Reeve provou que uma cadeira de rodas com poder de kryptonita não era capaz de segurá-lo! Nos fez perguntar se ele era mesmo deste planeta! Christopher Reeve é o nome que se tornou sinônimo de superação, super-ação, ação que vai além do normal.

Look up in the sky!

Hoje, já crescidinho, aquele garotinho percebeu que viveu um momento histórico, porque teve a oportunidade de ver em tela grande não apenas um clássico, mas também o nascimento de um mito que deixaria um exemplo inestimável para as gerações. Christopher Reeve é uma daquelas pessoas que Deus coloca no mundo para mostrar que o ser humano é capaz de feitos inacreditáveis. Ele tinha tudo para desanimar e lamentar sua sorte pelo resto da vida mas, ao invés disso, procurou usar o resto de sua vida para derrotar a sorte.

Christopher Reeve nos ensinou a acreditar que o homem é capaz, sim, de poder voar. Não como o personagem que interpretou, mas através de seus sonhos e feitos. Hoje, 10 de outubro, faz seis anos que Reeve também voou para não mais voltar. Mas aprendi com ele, desde 1978, a olhar para o céu (Look up in the sky!), porque é lá que estão os nossos sonhos. Uma cadeira de rodas pode paralisar o corpo físico, mas há um superpoder que a kryptonita mais poderosa não enfraquece: o poder de sonhar. Sonhos não se prendem. Eles voam e se tornam realidade.Valeu, Chris!

Muitos de nossos sonhos, à primeira vista, parecem impossíveis. Então, eles se tornam improváveis. Mas quando colocamos vontade, aí eles se tornam inevitáveis.

Anúncios

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s