Especial Superman (V)

Neste último capítulo do nosso especial, que comemorou a estreia da última temporada de Smallville (que promete ser a melhor de todas), vamos falar sobre o mais recente ator a assumir o manto – leia-se “capa vermelha” – do Superman: Brandon Routh.

Superman derrotado... pela bilheteria.

Depois de quase 20 anos de espera e expectativa (e alguma revolta também, devido a alguns boatos), os fãs do Homem de Aço puderam ver uma nova aventura do herói em tela grande. A última aventura, ainda com o saudoso Christopher Reeve, havia sido o malfadado Superman IV – Em Busca da Paz, de 1987. Com roteiro fraco, efeitos especiais de décima categoria e um vilão sem carisma algum, o filme enterrou a franquia por muito tempo.

Suposto teste de uniforme do ator Nicolas Cage

Diversos roteiros foram feitos nos anos seguintes, mas nenhum foi aprovado. Diretores entraram e saíram e vários nomes foram cotados para interpretar o Superman: de Gerard Christopher, o Superboy da série de TV, passando por Dean Cain, que começava a fazer sucesso com a série Lois e Clark até – horror dos horrores! – Nicholas Cage. No entanto, o filme nunca chegava aos finalmente. Até um crossover entre Superman e Batman foi cogitado, mas os estúdios da Warner e a DC Comics não queriam investir em uma nova furada (lembrando que, nesse meio tempo, a franquia do Batman também teve sua ascensão e queda – uma bela queda, por sinal!).

Brandon Routh: uma cara nova para o Superman

O filme só foi aprovado quando caiu nas mãos do diretor Brian Singer, um apaixonado pelo Superman, que abandonou a terceira parte de X-Men para dirigir seu retorno. Para o papel principal, o diretor não queria um rosto conhecido. Em algumas entrevistas dadas na época, ele disse que não teria sentido usar um rosto conhecido que fosse identificado por outros papéis antes de ser reconhecido como Superman. Ao contrário, ele pretendia que o ator fizesse outros papéis e fosse identificado como “o ator que fez o Superman”.

Isso é um trabalho para o Superman!

Nesse sentido, o novato Brandon Routh foi o escolhido para ser o novo Homem de Aço. Fisicamente parecido com Christopher Reeve, Routh representava aquilo que Singer pretendia para o retorno do Superman: um tributo aos filmes anteriores. A história de Superman – O Retorno estava situada logo após Superman II, ignorando as fracas continuações posteriores. Era uma declaração de amor do diretor a um clássico.

Onde eu coloco isso aqui?

Singer fez uma abertura no mesmo estilo dos filmes anteriores – com as letras em perspectiva, avançando de fora pra dentro da tela. Utilizou cenas editadas de Marlon Brando do filme original. Repetiu a trilha sonora de John Willians, em nova versão do músico John Ottman. Fez inúmeras outras referências imperceptíveis para o público comum, mas que os nerds captaram com facilidade. Só esqueceu uma coisa, motivo pelo qual os fãs mais radicais detestaram o filme: faltou ação.

Você vai acreditar que um homem pode voar

Muita gente criticou a atuação de Routh como Clark Kent/Superman e até disseram que o ator não tinha carisma suficiente para interpretar o personagem. Brandon Routh não conseguiu fugir à inevitável comparação com Christopher Reeve, algo bastante injusto, uma vez que Reeve é incomparável. Ele imita, sim, seu antecessor, mas era algo que o papel exigia, já que ele foi escolhido para isso. No entanto, à sua maneira, Routh se saiu bem. A questão foi mesmo o fato do foco ter ficado no romance e a ação ter sido relegada a segundo plano.

Vem aí: Superman - O retorno do retorno

Independente disto, Superman – O Retorno teve uma boa bilheteria, suficiente para pagar os gastos de produção e ainda lucrar – e muito: foram US$ 232 milhões em custo e US$ 391 milhões em bilheteria, resultando num faturamento de US$ 159 milhões. Infelizmente, não foi o que os produtores esperavam e a franquia voltou pra geladeira.

Uma nova aventura está sendo prometida para 2012, com outro ator no papel principal. Será o décimo homem a usar o famoso traje do primeiro de todos os super-heróis. Isso, claro, contando com o fato de que Tom Welling vestirá a roupa até o final da décima temporada. É a torcida de todos os fãs da série e do Homem de Aço.

Welling, por sinal, ficou de fora deste especial porque, como foi dito no início, listamos todos os atores que vestiram o uniforme do herói e o jovem Clark Kent, até o momento, ainda não o fez. Mas não resta dúvida que ele não apenas entrou para o rol dos intérpretes do Homem de Aço, como também foi um dos mais importantes, visto que a série entrou em seu décimo ano (a série mais longa foi com George Reeves e durou seis anos). Os fãs radicais podem reclamar e xingar, mas Smallville já é um marco na história do Superman. E Tom Welling é o único que interpretou o herói em duas fases distintas: como Superboy e Superman.

Sobretudo preto? Hmmm... AINDA não é o Superman.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s