Santa Fashion Week, Batman!

Primeiro foi a Mulher-Maravilha que causou polêmica ao aparecer de roupa nova (escondendo o corpo) na edição 601 de sua revista. Agora é o Batman que trocou de uniforme e tem causado furor nos fãs do Morcegão, alguns vibrando de alegria, outros bufando de raiva (como sempre!). A polêmica da vez em torno da roupa é por conta do retorno da elipse amarela ao redor do morcego no peito do herói, algo que muita gente detesta, mas que se tornou uma marca registrada do Homem-Morcego, criado por Carmine Infantino e Joe Giella em 1964 e consagrado pela série de TV e pelo desenho dos Superamigos.

No lugar da cueca por cima da calça, uma proteção pras partes baixas.

Outro diferencial do uniforme é a ausência da tradicional “cueca por cima da calça”, usada por nove entre dez uniformes de super-herói, e o cinto de utilidades, que passa também a ter o símbolo do morcego dentro da elipse. Tanto no peito como no cinto, o símbolo tem detalhes em 3-D. A mudança faz parte do arco que traz o esperado retorno de Bruce Wayne ao personagem (Ele havia sido dado como morto durante a Crise Infinita e Dick Grayson assumiu o manto do Homem-Morcego desde então).

Arte clean de Andy Kubert

O novo uniforme estreia em outubro, na nova revista Batman Inc., que terá roteiros e arte de David Finch, e  continua em Batman: The Dark Knight, em novembro, com roteiro de Grant Morrison. Veja, abaixo, algumas mudanças que aconteceram com o herói ao longo das décadas:

Batman a la DaVinci

O original (1939): Quando foi criado por Bob Kane, o Homem-Morcego tinha um visual sombrio, condizente com seu objetivo, que era impor o medo nos criminosos. Assim, o uniforme era cinza, com capa preta em formato de asas de morcego, semelhante ao modelo criado por Leonardo DaVinci. As orelhas da máscara eram mais abertas, bem parecidas com as do animal que inspirou o herói.

Do preto para o azulado

Primeira mudança (1940): Quando ganhou um título próprio, no ano seguinte à sua estreia, o Homem-Morcego já teve sutis mudanças no uniforme: a capa, máscara, botas, luvas e sunga passaram a ser azuis e as luvas ganharam as “garras” laterais. As orelhas da máscara também adotaram o padrão que se usa até hoje (embora menos pontudas). A mudança foi para tornar o herói menos obscuro e aproximá-lo das crianças (Robin também estreou alguns meses antes, na revista Detective Comics 38, dando origem aos sidekicks, parceiros mirins dos super-heróis). Afinal, o herói tinha que causar medo nos criminosos, não nos leitores!

Batman de Neal Adams: Capa gigante e orelhas mais pontudas

A elipse (1964): A elipse amarela no uniforme estreou em Detective Comics 327 (maio de 1964) e foi usada até meados dos anos 80. Neal Adams, um dos principais desenhistas do Homem-Morcego na década de 1970 foi o responsável por trazer o personagem de volta ao seu lado sombrio, sem o Menino-Prodígio (na época, Dick Grayson tinha ido para a faculdade) e fez algumas mudanças no uniforme, como uma capa maior, orelhas mais pontudas e as cápsulas do cinto de utilidades mais salientes.

Batman sem limites

Cavaleiro das Trevas (1986): Na reformulação feita pela DC Comics após a saga Crise nas Infinitas Terras, a minissérie Batman: O Cavaleiro das Trevas pode ser considerada como o marco zero do personagem. Escrita e desenhada por Frank Miller, a série trouxe de volta o Batman amargo e amoral da Era de Ouro, que não hesitava em castigar criminosos da pior forma que pudesse, sem matá-los. Foi a definição da personalidade do Homem Morcego para os novos tempos, que vem sendo adotada até hoje. Quanto ao uniforme, o morcego cresceu, a elipse amarela sumiu, o negro voltou na máscara e capa e o cinto de utilidades ganhou pequenas bolsas para guardar os bat-apetrechos. O visual também foi adotado pelo arco Batman: Ano um, do mesmo autor. No entanto, o visual antigo ainda foi mantido nas revistas de linha por algum tempo.

Novo Batman, novo uniforme

Bat-Armadura (1994): Quando o vilão Bane invadiu a bat-caverna e aleijou o Homem-Morcego, o mundo não podia ficar sem um Batman. Bruce Wayne convocou, então, o jovem Jean-Paul Valley, que era conhecido como o vigilante Azrael, para assumir o manto do herói. Instável, o rapaz transformou o uniforme do Batman numa armadura, utilizava métodos extremamente violentos e chegou até a matar um criminoso. Esse novo Batman surgiu na saga A Queda do Morcego, que durou quase dois anos até que Bruce Wayne assumisse novamente sua identidade, após recuperar os movimentos e, claro, lutar contra seu sucessor para honrar seu nome.

"Eu sou a noite!"

De volta ao negro (2000): Após a saga Terra de Ninguém, na qual Gotham City é destruída por um terremoto, Batman decidiu recomeçar junto com a cidade. O uniforme todo preto e só com o morcego como símbolo foi adotado em definitivo. Dependendo do colorista, a máscara e a capa assumem um azul acinzentado, bem menos berrante do que era antigamente. É o uniforme usado até o momento, antes das recentes mudanças promovidas pela DC.

Batman ou Drácula?

Batman do Futuro (1999): Criado para a série de animação Batman Beyond, esse uniforme assemelha-se mais a uma roupa de vampiro, com tons em vermelho e máscara que cobre todo o rosto do jovem Terry McGuiness, a nova identidade deste Batman futurista. A série não revela em que ano se passam as aventuras, mas sabe-se que é 20 anos após Bruce Wayne ter abandonado a identidade do herói. Para combater as ameaças de sua época, Terry se torna o novo Batman, mas ele bem que poderia ser o novo Drácula. Só não bebe sangue de ninguém.

Século 853? Então tá...

Batman do Futuro Beeeeeeeeem distante (1998): Em 1998, a DC lançou uma complicada série chamada DC Um Milhão. A história se passa no século 853 e todos os heróis tem a sua versão futurista. Esse é o Batman, com um uniforme não tão futurista assim (para um século tão distante). Apenas luvas e botas de metal, máscara cobrindo todo o rosto e um estranho símbolo no peito que, visto em conjunto com um par de ombreiras, lembra um morcego voando.

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s