A Noite mais Densa chegou!

Finalmente chegou às bancas brasileiras uma das histórias mais aguardadas pelos fãs do Lanterna Verde. A Panini lançou este mês o número zero de A Noite mais Densa, minissérie em oito capítulos lançada em julho de 2009 e que esteve na lista dos quadrinhos mais vendidos dos Estados Unidos durante todos os meses em que durou a saga (de julho/2009 a fevereiro/2010). Segundo o blog Papo de Quadrinho, do amigo Jota Silvestre, no ranking das 10 revistas mais vendidas do ano passado, cinco posições são ocupadas pela série.

Edições da saga sempre entre as mais vendidas

A edição de estreia de Blackest Night ficou em segundo lugar no ranking, com 205.500 exemplares, atrás apenas de Amazing Spider-Man 583, edição que trouxe o Homem-Aranha encontrando-se com o presidente recém-eleito Barack Obama. As outras edições ocuparam, seguidamente, da quinta à oitava posição. Sem dúvida, um fenômeno.

Americanos ganharam anéis de brinde

A saga é uma intrincada história que vem sendo planejada desde 2004 e tem relação com a criação de tropas de todas as cores para confrontar a, até então, única tropa existente de cor verde, da qual o herói faz parte. A Noite Mais Densa número zero reproduz a edição especial que foi distribuída gratuitamente nos EUA, no Free Comic Book Day 2009. Os brasileiros não tiveram esse privilégio e vão ter que pagar pela edição (R$ 1,99), algo que poderia ser evitado, uma vez que a história de tem apenas 16 páginas e poderia ser publicada nas revistas de linha. Outra coisa que a Panini ficou devendo em relação ao mercado americano é que a primeira edição da saga trazia de brinde um anel do Lanterna Negro, algo que os leitores serão privados na versão brasileira. Uma pena!

Independente disso, é uma série para ler e guardar. A Noite Mais Densa terá ligações com as outras revistas da DC publicadas pela editora (Lanterna Verde, Universo DC e Liga da Justiça) até fevereiro de 2011. É uma excelente prévia para a chegada do filme do herói esmeralda, que estreia em 17 de junho (EUA).

Entenda a saga:

Lanterna Verde virou vilão

Quando o roteirista Geoff Johns assumiu o título do Lanterna Verde em 2004, a proposta era trazer Hal Jordan de volta. O personagem havia sido o Lanterna Verde mais importante da Tropa, mas a destruição de Coast City durante os eventos da morte do Superman em 1993, fizeram com que ele enlouquecesse e se transformasse no vilão Parallax. Isso enfureceu os leitores e, para dar uma redenção ao maior de todos os Lanternas Verdes, a DC fez com que ele sacrificasse a própria vida para reacender o Sol, no arco conhecido como A Noite Final.

O herói ressuscitou em grande estilo

A saída dada pela editora não convenceu e Johns foi chamado para trazer Jordan de volta e devolver a ele o seu papel nos anais do heroísmo. O grade desafio era como fazer isso de modo verossímil e sem desrespeitar o que já tinha sido feito anteriormente, algo que o autor conseguiu com perfeição na minissérie Lanterna Verde: Renascimento. Johns começou então a reformular toda a mitologia do herói, tornando-a muito mais rica. Johns idealizou que a energia que alimenta a bateria dos Lanternas Verdes é representada por uma entidade chamada Íon, que personifica a força de vontade. Da mesma forma, Parallax era uma entidade que representa o medo e que se apoderou de Hal Jordan no momento em que sua força de vontade estava mais baixa – no caso, quando ele se desesperou ao ver sua cidade totalmente destruída.

Guerra verde e amarela. Mas não é brasileira.

A partir daí, o roteirista desenvolveu um novo conceito para a origem dos poderes do Lanterna Verde, segundo o qual a luz verde utilizada pelos Guardiões do Universo para criar sua força de elite é apenas uma de várias cores existentes, onde cada uma simboliza um sentimento. Primeiramente, foi criada a energia amarela de Parallax (medo), que sempre foi a fraqueza do anel do Lanterna Verde. A saga A Guerra dos Anéis deu origem à Tropa Sinestro, uma nova tropa amarela formada pelos assassinos mais impiedosos do Universo e criada para combater a Tropa dos Lanternas Verdes.

Ao final da guerra, com Sinestro derrotado, foi revelado que o Livro de Oa (uma espécie de Bíblia dos Guardiões do Universo) trazia uma profecia que falava sobre a Noite mais Densa e que seria um período de escuridão e morte. Para proteger o Universo desta ameaça, dois guardiões expulsos do grupo por se deixarem tomar pelas emoções, formaram a Tropa dos Lanternas Azuis (esperança) na tentativa de evitar que a profecia se concretize. Assim, anéis de outras cores começaram a surgir pouco a pouco nas histórias do herói, resultando numa verdadeira Guerra de Cores que terá seu ponto culminante na minissérie recém-lançada.

Tem anéis de todas as cores

Os anéis já estão brilhando. A Noite mais Densa já começou!

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s