São tantas emoções!

Artista único

“Eu tenho tanto
Pra lhe falar
Mas com palavras
Não sei dizer…”

Logo na entrada: Calhambeque Bi! Bi!

É exatamente essa a sensação que fica ao sair da exposição “Roberto Carlos – 50 anos de Música”, que termina esse final de semana na Oca, no Parque do Ibirapuera. A gente chega a perder a fala diante de tanto material reunido, diretamente do arquivo pessoal do cantor, entre troféus, discos de ouro, roupas e acessórios, vídeos, presentes recebidos pelos fãs e, claro, músicas que fizeram sucesso ao longo dessas cinco décadas. Tudo para que o público pudesse conhecer um pouco da importância de Roberto Carlos para a comunidade artística em geral.

Não há como negar: Roberto Carlos é um artista sensacional. Até mesmo aqueles que não têm tanta simpatia pelo cantor são obrigados a reconhecer seu trabalho como artista e profissional. As canções de Roberto Carlos fazem parte da vida de todos os brasileiros, mesmo para quem não gosta da música na voz dele. Não é raro ouvir pessoas dizendo que “gosta da música tal, mas na voz de outro cantor”. Como o próprio cantor já tentou justificar em várias entrevistas, quando questionado pelo motivo de seu sucesso, “o amor é universal, bicho! Falar de amor é falar para todos os públicos”.

Discografia... e o orelhão no meio.

A exposição é composta de quatro andares: No térreo, o visitante acompanha a carreira do Rei por meio de sua discografia: são 90 álbuns, mais de 870 músicas que venderam cerca de 70 milhões de cópias. Troféus, carros, discos de ouro e platina, roupas usadas na época da Jovem Guarda e um painel com os principais momentos das décadas de 60 aos anos atuais estão distribuídos pelo saguão. O público também pode interagir com os tocadores de CD que também exibem vídeos e brincar de completar a letra dos maiores sucessos do Rei. Tudo em touch screen, provando que Roberto Carlos é um cantor das antigas, mas conectado aos novos tempos.

Complete a música tocando na tela

O subsolo é dividido em vários painéis onde são apresentados vídeos que contam um pouco da história do Rei por meio de suas canções. Desde sua infância em Cachoeiro de Itapemirim, passando pela reprodução de um estúdio onde o visitante pode mixar uma música de Roberto. A fé, sempre presente em suas canções também tem um local específico, bem como um túnel representando a Natureza, um painel onde é possível ter a sensação de estar em um navio em alto mar (onde o cantor tem feito algumas apresentações) e um lindo jardim de rosas, que são sempre distribuídas aos fãs em seus shows.

Vídeos na parede

No primeiro andar, fala-se de amigos, aventura e Jovem Guarda. Trechos de vídeos mostram as parcerias famosas de Roberto, em seus especiais de final de ano, tais como Wanderléa, Chitãozinho e Xororó, Caetano Veloso, Tom Jobim, Gal Costa, Ivete Sangalo, Luciano Pavarotti e até mesmo a apresentadora Hebe Camargo. O “amigo de fé” Erasmo Carlos tem um espaço só dele, com o emocionante vídeo do programa em que Roberto cantou pela primeira vez a música “Amigo”. Em outro ambiente, são exibidos trechos dos três filmes que Roberto realizou nos anos 60 e também há um espaço para o programa Jovem Guarda, que marcou época, mudou comportamentos e determinou tendências nos jovens daquele período. Por fim, o segundo andar é o momento de relax. É só deitar em poltronas especiais e ouvir os grandes sucessos do Rei observando um céu estrelado virtual.

Carinho expresso em presentes

Um dos destaques no subsolo são os presentes recebidos dos fãs. Vão desde uma simples imagem religiosa a quadros pintados à mão do rosto do cantor, de almofadas em formato de coração e produtos artesanais a placas prateadas. Tudo para expressar o carinho e o reconhecimento a este grande artista que, com suas canções inesquecíveis e letras inspiradas, marcou a vida de tantas gerações.

A exposição “Roberto Carlos – 50 Anos de Música” termina amanhã, portanto ainda dá tempo de conferir este evento único e inesquecível, mesmo para quem não é fã do cantor. Afinal, para cada momento da vida, há uma canção de Roberto Carlos. Duvida? Faça o teste.

* Exposição “Roberto Carlos – 50 Anos de Música” – Até o dia 9 de Maio na Oca – Parque do Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral s/n – Portão 3 – Das 10 às 21 horas. Ingressos à R$ 10.

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s